domingo, 9 de agosto de 2015

Éfeso - Turquia

Éfeso, Turquia

Caminhe por ruas onde já passaram Alexandre, o Grande, Cleópatra e outras grandes personalidades do mundo antigo. Visite a casa em que viveu Maria, mãe de Jesus e explore Selçuk e Magnésia.

Éfeso, Turquia - Biblioteca de Celsus
Éfeso, Turquia - Biblioteca de Celsus
Éfeso foi a segunda maior cidade do mundo antigo, atrás apenas de Roma. Essa cidade greco-romana chegou a ter uma população de mais de 400.000 habitantes na antiguidade.
Por Éfeso passaram o rei persa Ciro - o grande, Alexandre Magno, Cleópatra, São Paulo, São João e a Virgem Maria. Para saber mais, acesso o site oficial de Selçuk (disponível em inglês e espanhol também), cidade atual ao lado das ruínas, ou Éfeso, ou o site oficial de Éfeso (disponível apenas em turco).

Éfeso - Turquia
Anfiteatro romano - Éfeso, Turquia
Fica a 552 km de Istambul (via E881), aproximadamente 7 horas de viagem de carro. Para ir de avião, o aeroporto é o de Selçuk. Para ver voos, acesse o site da Turkish Air Lines.
Para ir de ônibus, cheque as disponibilidades nos sites da Obilet e ClickBus, ambos em turco, mas dá para entender até sem tradutor. Um site em inglês de um agente, Ticket Line Turkey, também permite as informações, inclusive para trens.
Para quem estiver de carro, as estradas turcas são boas e bem sinalizadas. A velocidade máxima é de 90 km/h nas vias expressas, mas vão se alterando quando passam por cidades, ou áreas com velocidade controlada. Segundo orientação da locadora, onde havia pedágio, tínhamos que passar pelas cabines com indicação semelhante ao adesivo no pára-brisa do carro (como o Sem Parar aqui no Brasil) e não recebemos nenhuma cobrança dessas passagens.


Clique no mapa (Mais opções) para ampliar e ver os pontos em destaque neste post

Ao longo das estradas, há muitas barracas que vendem frutas, lanches etc. A curiosidade fica por conta de mangueiras jorrando água constantemente, como se fosse um chuveiro. Usam esse recurso refrescar o lugar, e também vimos alguns carros parando sob a ducha, provavelmente para amenizar o calor e lavar o carro.

Selçuk - Turquia
Vista de estrada turca
Antes de chegar em Éfeso, vindo de Bodrum, se passa por Magnesia, um sítio arqueológico às margens da via D525, a 25 km de Selçuk. Magnesia chegou a rivalizar com Éfeso, mas foi destruída pelos cimérios em 657  aC. O ingresso custa 5 liras turcas. Se quiser saber mais, acesse Magnesia.

Magnesia - Turquia
Vista panorâmica de Magnesia
Magnesia - Turquia
Magnesia - Turquia
Detalhes de Magnesia, Turquia
Éfeso era uma cidade rica, e suas construções demonstram isso.
Éfeso - Selçuk - Turquia
Mapa de Éfeso
Seu anfiteatro, Grande Teatro, era um dos maiores do mundo antigo, com capacidade para cerca de 24 mil pessoas. Bem de fronte ao anfiteatro fica a avenida do Porto, assim chamada por dar acesso ao importante porto que havia na cidade.

Éfeso - Selçuk - Turquia
Avenida do Porto e Grande Teatro ao fundo
Seguindo pela avenida do Mármore, é possível ver toda a área da Ágora, onde se concentravam os prédios governamentais em torno à praça em que os cidadãos se encontravam para conversar, fazer negócios e outras atividades comunitárias.

Éfeso - Selçuk - Turquia
Vista da Ágora
Éfeso - Selçuk - Turquia
Detalhe da Ágora
Ao final da avenida do Mármore fica a Biblioteca de Celsus, mandada construir pelo imperador romano Adriano para homenagear seu governador de estado da Asia, Julius Celsus Polemenaus.

Éfeso - Selçuk - Turquia
Biblioteca de Celsus
Éfeso - Selçuk - Turquia
Colunas da Biblioteca de Celsus
Éfeso - Selçuk - Turquia
Detalhe da Biblioteca de Celsus
Subindo pela avenida Curetos, encontra-se o belo Templo de Adriano em meio a diversas lojas sofisticadas que existiam na época.

Éfeso - Selçuk - Turquia
Templo de Adriano
Éfeso - Selçuk - Turquia
Detalhe do Templo de Adriano
Éfeso - Selçuk - Turquia
Avenida Curetos (Kuretler), com a Biblioteca de Celsus ao fundo
Na avenida Curetos haviam várias estátuas que homenageavam pessoas ilustres da cidade.

Éfeso - Selçuk - Turquia
Estátuas ao longo da avenida Curetos
A visitação de Éfeso tem duas entradas. Uma delas é próxima ao Grande Teatro e a outra é próxima ao Odeon (pequeno teatro), visto aqui ao fundo e à esquerda da avenida.

Éfeso - Selçuk - Turquia
Avenida de um dos acessos, ao lado do Odeon
Éfeso - Selçuk - Turquia
Prytaneion, atrás do Odeon
Algumas dicas importantíssimas para visitar Éfeso:
  • O preço do ingresso é 30 liras turcas por pessoa e mais 10 liras de estacionamento;
  • Leve água, pois é muito quente e seco por lá, além da poeira. Se quiser se demorar um pouco mais, leve algo para comer;
  • Chapéu e protetor solar salvam a pátria também. Quase não há sombra para se refugiar;
  • A área de visitação é muito grande, ou seja, uma boa caminhada. Se estiver de carro e tiver que ir e voltar, pode ser cansativo. Então, no estacionamento do acesso da estrada da Casa de Maria, há uma ONG que oferece transporte gratuito até o outro lado e aí você faz a visitação num único sentido. O único que pedem é que você conheça a ONG, próxima ao local. Lá você conhecerá o trabalho artesanal dos famosos tapetes turcos, feitos por mulheres divorciadas ou separadas. Elas são discriminadas pela sociedade e não conseguem empregos, segundo o Sr. Jenk, diretor da ONG e professor de história. Não compramos nada, mas fomos gentilmente tratados e levados até o outro acesso de Éfeso.
Selçuk - Turquia
ONG de trabalho artesanal de tapetes turcos
As ruínas de Éfeso ficam ao lado da cidade de Selçuk. A caminho de lá ficam também as ruínas do Templo de Artemis, que foi uma das 7 Maravilhas do Mundo Antigo. Infelizmente sobrou pouco de lá.
Éfeso - Selçuk - Turquia
Templo de Artemis no 1º plano e Castelo de Selçuk ao fundo
Éfeso - Selçuk - Turquia
Representação artística do Templo de Artemis








Selçuk - Turquia
Castelo de Selçuk











No centro Selçuk encontra-se um belo aqueduto bizantino. Bem em frente, há uma série de restaurantes onde você poderá saborear os deliciosos pratos típicos da região e curtir a vista. Seguindo as avaliações do Tripadvisor, almoçamos no Nur Restaurant. Comida nota 10, atendimento nota 100. Só para resumir, ao final, fomos até convidados para ir ao casamento do Tuna (vide convite abaixo), dono do restaurante. Pena que não podíamos ficar, pois tínhamos que seguir viagem, mas agradecemos o gentil convite e desejamos muitas felicidades ao casal. Isso dá uma clara visão da hospitalidade e amabilidade do povo turco que vive no interior do país.

Selçuk - TurquiaSelçuk - Turquia
Selçuk - Turquia
Aqueduto bizantino em Selçuk
Éfeso - Selçuk - Turquia
Agradável vista do Nur Restaurant
Estando já no centro da cidade, vale dar um passeio pelo comércio de lá. Lojas com pedras semipreciosas, tapetes, roupas e diversos outros artigos típicos turcos.

Selçuk - Turquia
Comércio no centro de Selçuk
Muitos historiadores afirmam que Maria, mãe de Jesus, depois de muito andar pelo mundo antigo para escapar da perseguição romana, veio morar em Éfeso, onde teria vivido até o fim da vida. Essa hipótese ganha força com as visitas papais (Paulo VI em 1967, João Paulo II em 1979 e Bento XVI em 2006) ao local onde ela teria vivido e morrido.

Éfeso - Selçuk - Turquia
Entrada da Casa de Maria ao fundo
Éfeso - Selçuk - Turquia
Vista lateral da Casa de Maria
Éfeso - Selçuk - Turquia
Na Casa de Maria há um muro (Muro dos Desejos) onde os devotos colocam seus pedidos e agradecimentos à Virgem Maria
Éfeso - Selçuk - Turquia
Interior da Casa de Maria
A surpresa fica por conta da exploração comercial do lugar. São 20 liras turcas por pessoa para entrar, e não aceitam cartão, só dinheiro vivo. Se estiver de carro, mais 12 liras de estacionamento. Os souvenirs custam aqui o dobro do padrão do país. E você não pode tirar fotos nem filmar dentro da casa. A foto acima foi copiada do site oficial da Casa de Maria.

O passeio por Éfeso pede 1 dia, ou 2 se não quiser que fique cansativo. As opções de hospedagem ficam em Selçuk, e você pode pesquisar no Booking.com.

Outras dicas:
  • Cidadãos brasileiros não precisam de visto para entrar na Turquia, desde que a permanência não supere 3 meses ao ano, ininterruptos ou não. Também não requer qualquer tipo de vacina.
  • No interior da Turquia, ou saindo do roteiro turístico, é mais difícil encontrar quem fale inglês (como no Brasil). Uma língua alternativa é o alemão, mas também é pouco falada. Então, aprender algumas palavras em turco pode ajudar. Mas não se preocupe. Como no Brasil, o pessoal do interior da Turquia tem muito boa vontade e solicitude.
É um passeio bem legal.

Até a próxima! Görüşürüz!

Veja também       


 Como chegar, onde ficar, Mesquita Azul e mais

 Mesquita Santa Sofia, Palácio Topkapi e mais

 Grand Bazar, Hipódromo, Fonte Alemã, Mesquitas Pequena Sofia e Sokullu Mehmet Paşa e mais

 Yeni Camii, Bazar das Especiarias, Passeio de Barco no Estreito de Bósforo e mais

 Dança turca, Torre Galata, Mesquitas Rüstem Paşa e Süleymaniye, e mais

 Curiosidades da Turquia, origem, história, moeda, Maravilhas do Mundo Antigo, Atatürk e mais

 Costumes, gastronomia, Grand Bazar, clima, dança turca, dados sobre o país e mais