Mostrando postagens com marcador dicas de viagem. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador dicas de viagem. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Braga III

BRAGA – Portugal
Conhecendo suas principais atrações turísticas, como a Capela dos Coimbra, a Igreja de Santa Cruz, o Hospital de São Marcos, o Jardim de Santa Bárbara e mais.

Jardim de Santa Bárbara e o Palácio Episcopal ao fundo
Braga é uma cidade visualmente bonita e tranquila, seu povo é bastante hospitaleiro, e ainda conta com atrações turísticas interessantes.


Clique em Mais opções para ampliar o mapa e ver em detalhes

Indo para a região central da cidade, é muito gostoso passear por lá. Sua principal praça, a da República, com a Torre de Menagem do século XIV, única construção restante das fortificações originais.

Torre da Menagem, em Braga
Centro de Braga, Portugal
Entre as belas igrejas de Braga estão a Capela dos Coimbra do século XVI e a igreja de Santa Cruz do século XVII, em estilo barroco, com seu órgão, púlpitos talhados e lindos vitrais de azulejos.

Capela dos Coimbra e Santa Cruz
Igreja de Santa Cruz, Braga
Vista interna da igreja de Santa Cruz
Um pouco abaixo da igreja de Santa Cruz fica o Hospital e Igreja de São Marcos, onde estão, supostamente, as relíquias do corpo do Apóstolo São Marcos, que ficaram desaparecidas durante séculos.

Fachada do Hospital e Igreja de São Marcos
Túmulo de São Marcos
Bem no centro de Braga fica a Catedral da Sé, onde contemplamos uma linda mistura de estilos; barroco, gótico e renascentista. Também há um rico Museu de Arte Sacra do século XI, com capelas onde estão túmulos de pessoas influentes.

Vista da Catedral da Sé de Braga

Lateral da Catedral da Sé, Braga

Detalhe da Catedral da Sé, Braga
Fachada da Catedral da Sé, Braga
A catedral sofreu muitas alterações, dentre elas o lindo Pórtico, adicionado no séc. XV. No seu interior, à sua direita, você encontrará uma capela onde fica o túmulo de Dom Afonso, primogênito de João I, cadeiras entalhadas, um magnífico órgão barroco dourado e um altar esplêndido, todo esculpido.

Interior da Catedral da Sé, Braga
Órgão barroco em tubos na Igreja da Sé em Braga
No seu altar principal a imagem de Nossa Senhora do Leite um dos ícones mais antigas da religião cristã.
Nossa senhora do Leite
O antigo Palácio Episcopal está próximo à Catedral da Sé. Sua fachada é do século XIV, modificada nos séculos XVII e XVIII. Seu interior foi destruído por um incêndio no século XVIII, hoje serve  de biblioteca e arquivo.

Palácio Episcopal
Ao seu redor fica o belo e impecável Jardim de Santa Bárbara, uma pequena joia no centro de Braga.

Jardim de Santa Bárbara em Braga, Portugal
Próximo à praça da República você encontrará elegantes lojas e cafés, entre eles o Café à Brasileira, todo decorado em estilo do século XIX.
Também a cidade possui algumas mansões barrocas, como o Palácio do Raio, com sua fachada belíssima em azulejos azuis, e a Câmara Municipal, ambas do séc. XVIII. 

Palácio do Raio, Braga - Portugal
Câmera Municipal de Braga, Portugal
Há ainda o Arco da Porta Nova, bela torre medieval. Foi uma das portas nas muralhas da cidade em 1512, projetado num momento histórico em que a cidade rompia as antigas muralhas.
Localizado no centro histórico de Braga, como àquela altura já não havia guerras e a cidade já se estendia para fora dos muros, não foi colocada nenhuma porta no arco, assumindo-se assim os bracaenses como pioneiros em deixar as portas das muralhas abertas.

Arco da Porta Nova, Braga
A cidade é encantadora e muito acolhedora, apesar da chuva, amamos Braga.

Até logo!!!

Veja também      

 Como chegar, onde ficar e o que fazer.

 Conhecendo o Santuário do Bom Jesus do Monte

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Braga II

BRAGA – Portugal
Conhecendo sua principal atração turística, cartão postal da cidade, o Santuário do Bom Jesus do Monte e mais o Santuário de Sameiro e Falperra.

Santuário do Bom Jesus do Monte em Braga, Portugal
Começamos nosso roteiro em Braga pelo cartão postal da cidade, esta maravilha que é o Santuário do Bom Jesus do Monte.



Clique em Mais opções para ampliar o mapa e ver em detalhes

Com suas famosas escadas, a igreja foi concluída em 1811, mas é uma tradição secular de peregrinação e fé desde o século XIV. Evocativo do caminho doloroso do calvário.
No início um Pórtico com duas capelinhas.
À esquerda, a Capela da Agonia de Cristo no Jardim das Oliveiras. À direita, o Beijo de Judas.

Pórtico de entra em Bom Jesus do Monte em Braga
A Fonte das Cinco Chagas de Jesus 
Ao longo da subida, a parte inferior íngreme representa a Via Crúsis, com capelas em todas as 14 estações da Paixão que culmina na crucificação de Cristo.
Depois, o Escadório dos Cinco Sentidos (visão, audição, olfato, paladar e tato), cada uma com uma fonte, precedidas da fonte das Cinco Chagas, que traz a inscrição "Fontes de púrpura abriu então o ódio amargo; agora o amor transforma-os em cristais para ti”, simbolizando a água, a vida e a purificação do corpo e do espírito.


Seguindo a alegórica escadaria das Três Virtudes,  que representa a fé, a esperança e a caridade, com esculturas bíblicas mitológicas. Indescritível beleza.

A Escadaria das Três Virtudes: FÉ - ESPERANÇA - CARIDADE
Aqui a arte obtém um casamento perfeito com a natureza. Símbolo da ascensão, a transcendência para o divino. 
Contemplando o belíssimo chafariz das lágrimas.

Chafariz das Lágrimas
Contudo, a água e as imagens sagradas funcionam como possibilidades de purificação, com a inscrição de Fernandes (1988): "Apto a entrar no ponto culminante de todo o percurso: a Igreja, a Casa de Deus, só devem entrar os puros".

Ao término desse deleite, chega-se  a  uma esplanada de tirar o fôlego, vista maravilhosa e acesso à Igreja do Bom Jesus do Monte.

Igreja do Bom Jesus do Monte em Braga, Portugal
Na frente, oito estátuas lembram as pessoas que condenaram Jesus como Herodes e Pilatos, cercadas por jardins belíssimos e muito bem cuidados.


Chegamos com os sinos tocando uma música para lavar a alma e esquecer todo o cansaço da subida, que faz você viajar pela história e só agradecer!

Vista para cidade de Braga , desde o Bom Jesus do Monte
A Igreja do Bom Jesus do Monte, na freguesia de Tenões, em Braga, é um dos primeiros edifícios em estilo Neoclássico do país. Suas obras iniciaram-se em junho de 1722, no século XVIII, tendo sido concluídas em 1811, a pedido do então arcebispo de Braga, Dom Gaspar de Bragança.
Em suas belas torres, com aproximadamente seis metros de altura, encontram-se as estátuas dos profetas Jeremias e Isaías, com inscrições em latim.

Igreja do Bom Jesus do Monte à noite, em Braga
A primeira referência ao Santuário do Bom Jesus do Monte data de 1.373, quando existia uma ermida no local, dedicada à Santa Cruz.
Seu interior é belíssimo e bastante sóbrio, com quatro capelas laterais, destacando-se no altar principal o "Calvário", de autoria de um escultor de Braga, todas em tamanhos naturais.

Altar da Igreja do Bom Jesus do Monte, Braga
Interior da Igreja do Bom Jesus do Monte, Braga
Segundo a crença, São Longuinho foi um dos soldados presentes na crucificação de Jesus Cristo, que depois se converteu e está representado por uma estátua no Santuário.

Estátua de São Longuinho no Santuário do Bom Jesus do Monte, Braga
Você pode subir as escadarias ou poderá subir no funicular, instalado em 1882, atualmente o mais antigo do mundo a utilizar o sistema de contrapeso de água. Parte a cada 30 minutos, das 8:00 às 20:00, bilhete a 1,20 euros para a subida e 2,00 euros ida/volta. Ou ainda a pé por trilhas naturais.

Funicular para Bom Jesus do Monte em Braga, Portugal
A área do Santuário do Bom Jesus do Monte é bem grande, com vários lugares pitorescos, fontes, lagos, café e alguns hotéis.

Jardim envolvente da gruta no Santuário do Bom Jesus do Monte
Cerca de 4 km depois do Santuário do Bom Jesus do Monte, fica o de Nossa Senhora do Sameiro, ou Imaculada Conceição do Monte do Sameiro.
Esse belíssimo Santuário constitui um dos mais importantes e de maior devoção Mariana em Portugal, depois do Santuário de Fátima e do Santuário da Mãe Soberana. Foi erguido em 1863 em homenagem ao dogma da Imaculada Conceição e concluído no século XX.

Santuário de Nossa Senhora do Sameiro
Seu interior é belíssimo, seu altar principal todo em granito branco é o melhor exemplo do estilo rococó em Portugal, e nos transmite muita paz com a imagem de Nossa Senhora do Sameiro. Sua imagem tem uma belíssima e valiosa coroa em ouro maciço e brilhantes, oferecida em 1904 pelas mulheres de Portugal.

Belíssimo altar do Santuário do Sameiro
Todo primeiro domingo de julho há uma grande peregrinação, com partida da Catedral da Sé até o Santuário de Nossa Senhora do Sameiro.
Em seus jardins encontram-se belas estátuas de anjos esculpidas em mármore com asas em aço inox de São Miguel, São Gabriel e São Rafael de encher os olhos.
E não menos bela, há a estátua de Jesus Cristo rezando no Monte das Oliveiras.
O Santuário do Sameiro respira entre ares de graça e acolhimento, propiciando ainda uma panorâmica deslumbrante.

Vista aérea do Santuário do Sameiro
Seguindo mais uns 7 km adiante, chega-se ao Santuário de Falperra. Construído no século XVIII, completa o trio religioso do Monte do Bom Jesus.

Santuário de Falperra - Braga
Fotos das capelas no interior de Falperra - Braga
Próximo ao Santuário do Bom Jesus do Monte fica a nossa sugestão de restaurante em Braga é O Pórtico, comida e atendimento excelentes, num ambiente muito gostoso.

Ao lado do pórtico do Santuário, o Restaurante O Pórtico, excelente opção gastronômica
Salão aconchegante
Bacalhau ao Pórtico
Cabrito Assado, prato típico de Braga


Arroz de Mariscos
No próximo post Braga III, faremos um tour pela cidade, não deixe de conferir.

Até logo!!!

Veja também      

 Como chegar, onde ficar e o que fazer.

 Conhecendo a cidade e suas principais atrações turísticas


domingo, 19 de fevereiro de 2017

Braga I

BRAGA – Portugal
A principal cidade do Minho. Como chegar, onde ficar, o que visitar.

Braga - Portugal
“O Minho! Jardim de Portugal”, tem Braga, uma cidade com mais de 180 mil habitantes, pitoresca, um povo hospitaleiro e muito alegre. É a terceira cidade em extensão de Portugal, após Lisboa e Porto.

Vales verdejantes em Braga 
Ao norte de Portugal, situada no coração do Minho, entre o Rio Douro e o Rio Minho, está Braga. Com nascentes em suas serras, florestas, grandes planícies, leiras aos grandes vales e campos verdejantes. Terras construídas pela natureza e moldadas pelo homem.

Como chegar
Chegamos de carro, vindo do Porto pela A3, aproximadamente 55 km de viagem até o centro de Braga.

Clique no mapa (Mais opções) para ampliar e ver os pontos em destaque


Se preferir sair do Porto de ônibus, terá que ir até o aeroporto com o GET BUS (acesse o site).
De lá, sai um ônibus que vai direto para Braga.
O tempo de viagem é aproximadamente de 40 minutos, podendo levar até uma hora.

Se optar pelo trem, no aeroporto Francisco de Sá Carneiro, você terá que pegar a linha “E violeta” do metrô, e seguir da estação de Comboio para estação de Campanhã  (o valor do bilhete é aproximadamente dois  euros). De Campanhã saem vários trens para Braga. O valor aproximado do bilhete é de 7,60 euros (os trens rápidos são mais caros). Os bilhetes são adquiridos em máquinas automáticas na estação de Campanhã, ou on line pelo site Rail Europe.
Você poderá também ir de táxi. O valor aproximado da viagem é de 60 euros, com taxa de bagagem.

Partindo de Lisboa para Braga o trajeto é maior.
Se sua opção for de carro, segue pela A1, seguindo as placas, depois pela  A3 e um pequeno trecho na A11, direto até Braga. O trajeto é de aproximadamente 360 km.
Uma ótima opção é ir de trem para Braga.O bilhete pode ser comprado on line pelo site da Rail Europe.
Na estação Oriente, tome o trem rápido Braga. São de 5 a mais opções, depende do dia, com duração entre 3 e 5 horas de viagem, conforme as paradas. Os preços variam entre 30 e 50 euros aproximadamente.

É belo o entardecer em Braga
No período da Roma Antiga, entre 27 a.C. e 14 d.C., a cidade se tornaria a capital da província da Galécia, quando foi fundada em 16 a.C., como Bracara Augusta, em homenagem ao imperador romano Augusto. É a cidade mais antiga de Portugal (com mais de 2000 anos). 
Braga foi distinguida em 2012 com a Capital Europeia da Juventude.

A belíssima cidade de Braga, já foi condecorada com vários títulos:
  • “Cidade Barroca” durante século XVIII, transformada no Ex-líbris do Barroco em Portugal;
O belo estilo barroco em Braga
  • “Cidade Portuguesa”, século XVI,  desenhada com enorme densidade de praças, e inúmeras igrejas por km². É, ainda,  considerada com o maior centro de estudos religiosos em Portugal. É a cidade cristã mais antiga do mundo;
  • “Cidade dos Arcebispos”, durante séculos, o seu Arcebispo foi o mais importante na Península Ibérica;
  • “Cidade Romana”, que nos tempos romanos, era a maior cidade do território, onde seria Portugal, e Bracara Augusta figurava entre as grandes e importantes cidades do Império Romano. Há até uma festa anual que faz referência a essa parte da história;
Festas tipicas em Braga - Portugal
  • "Capital do Minho” ou “Coração do Minho”, Braga reúne um pouco de todo o Minho e todo o Minho um pouco de Braga, por estar localizada no centro desta província;
  • “Cidade dos Três Sacro-Montes”, são santuários da cidade numa cadeia montanhosa: O Bom Jesus, Sameiro e a Falperra (Sta. Maria Madalena e Sta. Marta das Cortiças).
Santuário do Bom Jesus do Monte
Sameiro
Falperra
Braga conta com uma história belíssima e muito rica, de celtas, romanos, mouros, reis e rainhas, envolvendo grandes conflitos, invasões e lutas.

Braga também tem um artesanato rico, como as Velas Votivas de Braga, bordados em linho, louças coloridas típicas; e na música, as suas violas, cavaquinhos e guitarras (nomeadamente a viola Braguesa).

  

A gastronomia em Braga é riquíssima. O peixe é o prato favorito do lugar, e sem contar com o excelente bacalhau, em suas inúmeras receitas famosas, regadas no mais delicioso azeite português, e para acompanhar o delicioso vinho verde.

O típico Bacalhau de Braga
Seus doces maravilhosos. Entre muitos outros, fazem de Braga uma cidade de sabores.

Sobremesa típica de Braga - Pudim de ovos com toucinho
Durante o ano todo, os bracarenses com suas tradições festivas, iluminam a cidade e a tornando mais alegre.

Festa típica de Braga, Portugal
Onde ficar
Ótima escolha, hospedamo-nos no Grande Hotel – Bom Jesus. O ponto alto é sua localização, ao lado da principal atração da cidade e a apenas 4 km do centro. Atendimento excelente, nota 1000.

Grande Hotel é uma excelente opção de hospedagem
O café da manhã foi servido mais cedo, e uma brasileira que trabalha no hotel fez receitas típicas gostosas especialmente para nós. Um atendimento incrível.

Vista do quarto... a foto não consegue reproduzir toda a beleza do cenário


Ficaríamos lá novamente fácil, fácil!!! Um lugar bucólico em Bom Jesus do Monte, ao lado do santuário mais espetacular de Portugal, com uma vista incrível.


Bem, depois de chegar e se instalar, é hora de conhecer os destaques da cidade.
Não deixe de seguir o post Braga II e visite o cartão postal de Braga.

Até logo!!!

Veja também      

 Conhecendo o Santuário do Bom Jesus do Monte

 Conhecendo a cidade e suas principais atrações turísticas